Governo federal vai regularizar pagamentos do Minha Casa Minha Vida, diz Cbic

terça-feira, 30 de junho de 2015 16:57 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O governo federal irá regularizar os pagamentos do programa habitacional Minha Casa Minha Vida e sinalizou a adoção de outras medidas para atender o setor de construção civil, disse a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) nesta terça-feira.

Segundo a Cbic, o governo desembolsará 600 milhões de reais para quitar parte dos passivos do programa "nos primeiros dias de julho".

Também está previsto o remanejamento dos prazos de pagamento para a Faixa I do programa, destinada a famílias com renda de até 1.600 reais, e a readequação do cronograma de projetos cujas obras tenham menos de 70 por cento de execução, acrescentou a Cbic.

"Com a implantação das novas regras, o governo aponta para a regularização de todas as pendências com o setor até 15 de agosto. Não serão feitas novas contratações", disse a Cbic, em nota.

O arranjo proposto prevê, ainda, mudanças nos desembolsos do Minha Casa Minha Vida, cujas medições passarão a ser pagas com prazo de 30, 45 e 60 dias, de acordo com o porte da empresa.

Segundo a CBIC, o programa tem 1,6 bilhão de reais em pagamentos atrasados, criando dificuldades para as empresas do setor.

Procurado pela Reuters, o Ministério das Cidades não tinha um posicionamento sobre o assunto até a publicação desta reportagem.

(Por Juliana Schincariol)