Crescimento da indústria na zona do euro em junho é fraco sob peso da Grécia, aponta PMI

quarta-feira, 1 de julho de 2015 09:46 BRT
 

Por Jonathan Cable

LONDRES (Reuters) - O crescimento da indústria da zona do euro acelerou levemente no mês passado mas continuou fraco uma vez que as incertezas em torno das negociações da dívida da Grécia --e a possível saída do país do bloco-- afetaram a região, mostrou nesta quarta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI final do Markit para a indústria da zona do euro subiu à máxima de 14 meses de 52,5 no mês passado, ante 52,2 em maio, em linha com a leitura preliminar publicada antes de os temores sobre a Grécia se intensificarem.

Leituras acima de 50 indicam crescimento e o índice que mede a produção ficou em 53,6, contra preliminar de 53,5 e 53,3 em maio.

"O ritmo geral de expansão continua insípido e não impressionante. Isso talvez não seja surpresa dado o elevado grau de incerteza em torno das conversas sobre a dívida da Grécia que foram vistas durante o mês", disse Chris Williamson, economista-chefe do Markit.

Apesar do crescimento e demanda fracos, as indústrias elevaram os preços no ritmo mais rápido desde o final de 2013. O índice de preços de produção subiu a 51,0 ante 50,0.

 
Funcionário de uma fábrica em Atenas.    12/11/2014  REUTERS/Alkis Konstantinidis