BRF planeja expandir uso da marca Perdigão no exterior

quarta-feira, 1 de julho de 2015 15:20 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A BRF, uma das maiores empresas de alimentos do Brasil, planeja expandir a marca Perdigão para as regiões no exterior onde tem presença, disseram executivos da companhia nesta quarta-feira.

Atualmente, a Perdigão está presente no Oriente Médio e na África, sob a marca Perdix. "A gente está analisando a possibilidade de expandi-la para todas as regiões em que a BRF está presente", disse Rafael Ivanisk, diretor nacional de vendas da BRF, em teleconferência.

A empresa anunciou nesta quarta-feira o retorno de quatro categorias de produtos da Perdigão que estavam suspensas há três anos, após a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) da fusão da companhia com a Sadia, como medida tomada pelo regulador para equilibrar o mercado.

A partir de quinta-feira retornarão às prateleiras presunto, apresuntado, linguiça defumada e cortes suínos da marca Perdigão. A marca atuava em 22 categorias de mercado e, quando foi aprovada a fusão, foi suspensa em nove delas.

Neste ano, a empresa retoma quatro das categorias suspensas e em 2016 retomará a categoria salame e, em 2017, lasanha, peito de peru, pizza congelada, quibe e almôndega.

Executivos da BRF não informaram a projeção de crescimento de vendas com a retomada da marca, mas disseram que ela será peça fundamental para o avanço "robusto" da empresa em 2015, mesmo tendo em vista o cenário econômico mais difícil.

As categorias de produto da Perdigão retornam ao mercado com preços abaixo da Sadia, segundo executivos.

Parte dos 1,8 bilhão de reais de investimentos previstos para BRF este ano será destinada ao relançamento da marca Perdigão e adequação das linhas de produção da BRF, uma vez que elas vinham produzindo somente produtos da Sadia.

(Por Luciana Bruno)