México renova aval para importar carne de frango de 5 fábricas no Brasil

quarta-feira, 1 de julho de 2015 21:06 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O México renovou até março de 2016 a habilitação de cinco estabelecimentos brasileiros que exportam frango para aquele país, informou nesta quarta-feira o Ministério da Agricultura brasileiro, que também pediu o credenciamento de mais unidades.

A medida beneficiará dois frigoríficos da Seara Alimentos, sendo um em Forquilhinha (RS) e outro em Itapetininga (SP), além de um da JBS Aves, em Montenegro (RS). Os três pertencem à JBS Foods, da JBS.

As outras companhias beneficiadas são Macedo Agroindustrial, com uma unidade exportadora habilitada em São José (SC), e a cooperativa C. Vale, com um estabelecimento em Palotina (PR).

No ano passado, o volume de frango brasileiro importado pelo México foi de apenas 13 mil toneladas, movimentando 36 milhões de dólares ou 4,2 por cento do total gasto pelos mexicanos com a importação total de 706 mil toneladas do produto, segundo dados do governo brasileiro.

Segundo o Ministério da Agricultura, o Brasil tem potencial de exportar 244 mil toneladas de carne de frango in natura para o México, alcançando 315,7 milhões de dólares.

De olho nesse mercado, o Ministério da Agricultura afirmou ter pedido ao México que envie missão ao Brasil para habilitar novos estabelecimentos exportadores de carne de aves. O governo mexicano ainda não deu resposta.

Em nota, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, chamou a atenção para a extensão do aval para os cinco estabelecimentos que já exportam para o México ter sido feita sem a necessidade de visita prévia de inspeção ao Brasil.

"A renovação da habilitação demonstra a confiança no nosso sistema de defesa sanitária e reforça a qualidade dos nossos produtos", disse.

(Por Marcela Ayres)