Vendas de smartphones no Brasil caem em abril e maio, diz IDC

quinta-feira, 2 de julho de 2015 12:45 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Uma forte reversão no mercado de smartphones em abril e maio fez a consultoria especializada passar a prever queda nas vendas desses produtos no país em 2015.

"Os smartphones não estão mais blindados em relação ao momento econômico que atravessa no Brasil", disse a consultoria em nota, após reportar que as vendas desses aparelhos no país

caíram 1 por cento em abril e 16 por cento em maio na comparação com os mesmos meses do ano passado.

Segundo o levantamento, as vendas somaram 4,86 milhões de unidades em abril, e 3,89 milhões em maio.

Para o segundo trimestre, a previsão da IDC é de que as vendas caiam 12 por cento na comparação com igual etapa de 2014. A previsão anterior era de avanço de pelo menos 5 por cento.

Em 2014, o mercado de smartphones cresceu cerca de 56 por cento, para 54,5 milhões de unidades. Para este ano, o IDC agora prevê variação negativa, mas não detalhou percentual.

Abril e maio são meses historicamente positivos para o mercado de smartphones devido à proximidade de datas como Dia das Mães e Dia dos Namorados. No entanto, segundo o IDC, a alta do dólar gerou repasses de preços ao consumidor e os aparelhos intermediários ficaram de 30 a 60 reais mais caros, enquanto os tops de linha tiveram aumento de 100 a 200 reais.

A consultoria citou também a redução do poder de consumo e de confiança do consumidor do brasileiro para o desempenho do mercado de smartphones no período.

(Por Luciana Bruno)