Minério de ferro renova mínima de 10 semanas na China com alta nos estoques

sexta-feira, 3 de julho de 2015 09:47 BRT
 

XANGAI (Reuters) - Os preços do minério no mercado à vista da China renovaram nesta sexta-feira a mínima de 10 semanas, no sétimo dia consecutivo de perdas, em meio a um aumento na oferta e uma redução na demanda das siderúrgicas locais.

O minério com entrega imediata no porto de Tianjin recuou 3 por cento nesta sexta-feira, para 54,10 dólares por tonelada, menor nível desde 23 de abril, segundo o The Steel Index.

A persistente fraqueza do mercado de aço da China, impactado por uma economia mais frágil e uma desaceleração no mercado imobiliário soma-se ao crescente estoque de minério de ferro nos portos chineses.

"A demanda na distribuição de aço continua muito fraca", destacou Zhao Chaoyue, analista da Merchant Futures, em Guangzhou.

Os estoques de minério de ferro em 42 portos chineses subiram 1,7 por cento, para 81,97 milhões de toneladas, na comparação desta sexta-feira com uma semana antes, segundo dados da consultoria Umetal.

O governo da China disse nesta sexta-feira que irá permitir que navios gigantes, com capacidade para 400 mil toneladas, atraquem nos portos do país, oficialmente encerrando mais de três anos de embargo que havia afetado principalmente o transporte de minério da brasileira Vale.