Ministro das Finanças grego diz que ações com o país são "terrorismo"

sábado, 4 de julho de 2015 09:26 BRT
 

MADRI (Reuters) - O ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, disse que a ação europeia com relação ao país é " terrorismo", e que um trilhão de euros serão perdidos se a Grécia for à falência.

"O que eles estão fazendo com a Grécia tem um nome: terrorismo", disse Varoufakis em entrevista ao jornal espanhol El Mundo, publicada neste sábado.

"Por que eles nos forçaram a fechar os bancos? Para assustar as pessoas. E quando se fala de espalhar o terror, isso é conhecido como terrorismo."

Perguntado porque acredita que um acordo será alcançado, mesmo se os gregos votaram "Não" no referendo de domingo sobre os termos de um possível novo acordo de resgate, ele disse que fracassar nas negociações teria um custo alto para ambos os lados. O referendo pode decidir o futuro da Grécia como membro do bloco de moeda única.

"Porque tem muita coisa em jogo, tanto para a Grécia como para a Europa, eu tenho certeza. Se a Grécia falir, um trilhão de euros (o equivalente ao PIB da Espanha) serão perdidos. Isso é muito dinheiro e não acredito que a Europa vai permitir isso", disse Varoufakis.

(Reportagem de Paul Day)