Corretoras chinesas prometem comprar US$19 bi em ações para estabilizar mercado

sábado, 4 de julho de 2015 12:07 BRT
 

Por Michael Martina

PEQUIM (Reuters) - As principais corretoras de ações chinesas disseram neste sábado que comprarão coletivamente ao menos 120 bilhões de iuanes (19,3 bilhões de dólares) em ações para tentar estabilizar as bolsas do país, que acumulam perdas de quase 30 por cento desde meados de junho.

A promessa ocorre após medidas quase diárias anunciadas pelo governo chinês ao longo da última semana, incluindo um raro corte na taxa de juro e um relaxamento das regras de financimento a investimentos, o que até agora não surtiu efeitos em interromper a queda. Alguns observadores do mercado temem que possa haver uma quebra generalizada.

A crise no mercado de ações chinês, altamente alavancado, tem se tornado uma das principais preocupações para investidores

internacionais, que temem que uma quebra geral possa desestabilizar ainda mais a economia global, além de uma possível saída da Grécia da zona do euro.

A bolsas chinesas mais do que dobraram seus ganhos ao longo do ano passado, impulsionadas por investidores que usaram dinheiro emprestado para especular sobre ganhos futuros.

As corretoras se reuniram neste sábado em Pequim para discutir a situação do mercado e expressaram “total confiança” no desenvolvimento dos mercados de capital na China, de acordo com um comunicado publicado no site da Associação Chinesa de Corretoras.

“Vinte e uma corretoras de valores mobiliários vão investir

conjuntamente 15 por cento de seu patrimônio líquido registrado no final de junho, ou ao menos 120 bilhões de iuanes, em fundos de índices blue chip”, disseram as corretoras em nota.