Manter a Grécia na zona do euro ainda é objetivo, diz Dijsselbloem

segunda-feira, 6 de julho de 2015 08:20 BRT
 

HAIA (Reuters) - O referendo da Grécia tornou as negociações com seus credores mais difíceis, disse o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, a repórteres nesta segunda-feira, mas ele manifestou esperanças de que o processo pode ser salvo.

"Isso não nos traz mais perto de uma solução imediatamente. De fato, quando as propostas são rejeitadas isso só torna as coisas mais difíceis."

Dirigindo-se a uma reunião do governo grego para discutir o voto de "não" na Grécia no domingo, Dijsselbloem disse que manter o país na zona do euro "ainda é o objetivo deles e o meu".

(Por Anthony Deutsch)