Rolls-Royce corta projeção de lucro conforme novo CEO assume comando

segunda-feira, 6 de julho de 2015 09:23 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A companhia britânica de engenharia Rolls-Royce cortou as expectativas de lucro pela terceira vez em nove meses nesta segunda-feira, aumentando o desafio para seu novo presidente-executivo.

As ações da companhia de 131 anos caíam 8,17 por cento, às 8h55 (horário de Brasília), depois que a empresa ter também abandonado o plano de comprar 1 bilhão de libras (1,6 bilhão de dólares) em ações na metade do programa.

A Rolls-Royce vem enfrentando dificuldade há algum tempo a queda na demanda de clientes de energia por seus equipamentos marítimos após a forte queda nos preços do petróleo.

No entanto, a empresa disse nesta segunda-feira que sua unidade de turbinas de aeronaves também está sofrendo durante a passagem do motor Trent 700 para o mais novo Trent 7000, com menos unidades dos motores antigos sendo vendidas do que projetado.

Isso aumenta a pressão sobre o novo presidente-executivo, Warren East, que assumiu o cargo há apenas quatro dias. O negócio aeroespacial respondeu por quase metade das receitas de 2014 e vinha aproveitando um salto na demanda por turbinas com eficiência de combustível para aviões de passageiros, embora ficasse atrás da rival General Electric em margem de lucro.

(Por Sarah Young)