Ações de energia lideram baixa em Wall St, com foco em Grécia e China

segunda-feira, 6 de julho de 2015 17:50 BRT
 

Por Rodrigo Campos

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos caíram nesta segunda-feira, após os gregos rejeitarem os termos de austeridade de um regaste e com a China tomando medidas emergenciais para interromper uma queda no mercado de Xangai.

O índice Dow Jones caiu 0,26 por cento, a 17.683 pontos. O S&P 500 cedeu 0,39 por cento, a 2.068 pontos. O Nasdaq perdeu 0,34 por cento, a 4.991 pontos.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, prometeu à chanceler alemã, Angela Merkel, que o país faria uma proposta de reformas em troca de dinheiro numa reunião de emergência de líderes da zona do euro na terça-feira, disse uma autoridade grega. Não ficou claro quão diferente seria de outras propostas recusadas no passado.

O mercado acionário caiu após os gregos votarem "não" aos termos impostos pelos credores. No entanto, o S&P 500 não caiu mais 1 por cento ao longo da sessão e chegou até mesmo a ficar em território positivo pela manhã.

A Grécia está causando muitas incertezas, mas no final um acordo deve surgir para manter o país na zona do euro, de acordo com a estrategista para mercado da Voya Investment Management, Karyn Cavanaugh.

Pesando no sentimento do investidor, corretoras e gestores de fundos chineses votaram por comprar quantidades massivas de ações, após Pequim lançou uma série de medidas sem precedentes para conter a queda de quase 30 por cento no principal índice acionário de Xangai nas últimas três semanas.

O índice da bolsa de Xangai subiu 2,4 por cento, mas uma medida de ações chinesas negociadas nos EUA teve a maior queda em 19 meses, indicando cautela de investidores fora da China sobre a efetividade das medidas do governo.

Ações do setor de energia lideraram a queda em Wall Street após os preços do petróleo nos EUA caírem quase 8 por cento por preocupações sobre o crescimento da China e com as incertezas na Grécia. O índice de energia do S&P 500 caiu 1,3 por cento, a quarta queda superior a 1 por cento nas últimas sete sessões.