Wal-Mart avança com plano para retomada de produção nos EUA

quarta-feira, 8 de julho de 2015 15:38 BRT
 

BENTONVILLE, Estados Unidos (Reuters) - A rede de supermercados Walmart estabeleceu nesta quarta-feira uma parceria com a operadora de bases de dados industriais ThomasNet para ajudar seus vendedores a encontrar fabricantes nos Estados Unidos.

A ação é parte do plano da maior varejista global para vender 250 bilhões de dólares em produtos fabricados nos EUA até 2023.

A companhia declarou que a falta de infraestrutura para fornecimento dos EUA, cuja maior parte se mudou para mercados com menor custo, como a China, é um obstáculo significativo para alguns de seus vendedores quando voltam a produzir nos EUA.

A ThomasNet, que administra uma base de dados de mais de 500 mil fornecedores, produziu uma "edição corporativa" exclusivamente para os fornecedores do Wal-Mart. De acordo com o Vice-Presidente da ThomasNet, Tom Greco, isso tornará mais fácil a conexão entre eles e fornecedores.

"Muitos fornecedores menores têm medo de negociar com grandes companhias porque há diversos obstáculos que devem superar para fazê-lo. Isso deve ajudá-los a superar essa lacuna", afirmou Greco.