Ações asiáticas sobem com retomada da China, mas Nikkei recua

sexta-feira, 10 de julho de 2015 08:37 BRT
 

Por Lisa Twaronite e Hideyuki Sano

TÓQUIO (Reuters) - As ações asiáticas tiveram alta na sexta-feira enquanto investidores tomavam coragem frente à recente volatilidade dos mercados chineses, e depois da proposta grega de um novo plano de reformas, aumentando as esperanças de um acordo no fim de semana, durante encontro dos líderes europeus.

Às 8h15 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 1,31 por cento, mas ainda caminhava para uma queda acumulada na semana de mais de 3 por cento em um período marcado por forte correção nos mercados acionários da China.

As ações chinesas subiram pelo segundo dia seguido, impulsionadas por uma leva de medidas de apoio vindas de Pequim, o que pareceu acalmar os investidores depois do pânico de vendas que levou a uma desvalorização de um terço do seu valor nos mercados da China continental desde seu pico em junho.

"A Grécia também está ajudando e os operados estão expressando a visão de que a 'Grécia está resolvida' ou palavras com mesmo efeito. As novas propostas que foram anunciadas na sessão asiática mais cedo tem feito um movimento de alta nos papéis futuros nortes-americanos e em nossa abertura a chamadas européias também parecem forte," disse em nota Chris Weston, chefe de estratégias de mercado na IG.

O governo grego irá pedir nesta sexta-feira aprovação parlamentar para negociar no texto as "ações prioritárias" que pode formar a base do acordo de reformas em troca de ajuda financeira com os credores, disse uma fonte do governo.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,38 por cento, a 19.779 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 2,08 por cento, a 24.901 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSE ganhou 4,57 por cento, a 3.878 pontos.   Continuação...