Manifestantes se reúnem na Grécia antes de votação sobre plano de austeridade

sexta-feira, 10 de julho de 2015 17:52 BRT
 

ATENAS (Reuters) - Milhares de manifestantes de esquerda protestaram em frente ao parlamento grego em Atenas nesta sexta-feira, antes de uma votação para apoiar um pacote de cortes e aumento de impostos, similar ao rejeitado em um referendo no domingo.

O protesto foi menor do que as grandes manifestações ocorridas pouco antes do referendo, mas serviu para mostrar a profunda resistência a novas doses de austeridade que o governo de esquerda deve enfrentar. 

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, está buscando apoio político para as medidas, em relação às quais se comprometerá com parceiros europeus em troca de um novo resgate de 53,5 bilhões de euros, a fim de manter a Grécia na zona do euro.

Tsipras assegurou apoio dos partidos oposicionistas de centro e de centro-direita, mas enfrenta dura resistência de muitos à esquerda de seu próprio partido, o Syriza. 

“A plataforma do Syriza não era permanecer no euro a qualquer custo. Este novo acordo que eles estão cozinhando não tem tendência de crescimento, a austeridade vai nos humilhar”, disse Yannis Kourtakis, de 41 anos, que apoia a ala esquerdista linha-dura do Syriza, a facção Rede Vermelha.

Manifestantes cantaram slogans e mostraram bandeiras com mensagens como “a Grécia não é uma colônia” e “não, derrubem o resgate”. Eles se reuniram na praça Syntagma, no centro de Atenas.

 (Por George Georgiopoulos)mundo