Bosch prevê 1 bi de euros em vendas até 2016 nas tecnologias para carros sem motorista

sexta-feira, 10 de julho de 2015 18:46 BRT
 

UNTERGRUPPENBACH, ALEMANHA (Reuters) - A Bosch vê o rápido crescimento dos sistemas automatizados de condução de veículos atingindo 1 bilhão de euros em vendas anuais até 2016, disse um executivo sênior a repórteres nesta sexta-feira.

A fornecedora alemã de autopeças, que teve receitas de 48,9 bilhões de euros em 2014, já disse que o avanço do setor para carros mais seguros e eficientes em consumo a ajudaram a vender mais sistemas de assistência a motoristas, tais como sensores de radar e vídeo.

No ano passado, a Bosch vendeu mais de 50 milhões de sensores de proximidade para sistemas de assistência ao condutor e tem dois mil engenheiros trabalhando no aperfeiçoamento dessas tecnologias, ante 700 há dois anos.

Se questões legais e de segurança forem resolvidas, os carros poderiam se movimentar sozinhos em rodovias até 2020, disse Dirk Hoheisel, membro do conselho de administração da Bosch, juntando-se à visão da indústria de que a tecnologia poderia começar a ser amplamente aplicada em cinco anos.

Do outro lado da indústria, o aumento da disponibilidade e custos decrescentes de software, processadores e câmeras estão permitindo que fabricantes de automóveis desenvolvam novas funções de segurança que deixam carros com funções semi-autônomas, como frenagem automática para evitar acidentes.

O Google disse no início deste mês que começou a testar carros autodirigíveis no Texas, ampliando os esforços para reunir informações sobre a forma como os protótipos interagem com o tráfego, as condições das estradas e as pessoas.

(Reportagem de David Holmes)