Parceiro da coalizão grega diz que não pode apoiar termos de resgate

segunda-feira, 13 de julho de 2015 14:05 BRT
 

ATENAS (Reuters) - O parceiro minoritário da coalizão governista da Grécia afirmou nesta segunda-feira que não pode dar apoio à proposta de resgate dos credores, mas sinalizou que vai continuar no governo do primeiro-ministro Alexis Tsipras.

"O acordo fala de 50 bilhões de euros em garantias relacionadas a propriedade pública, de mudanças à lei incluindo o confisco de moradias... Não podemos concordar com isso", disse o líder do partido Gregos Independentes, Panos Kammenos.

Tsipras já enfrenta dissidência dentro de seu próprio partido Syriza por concordar com um resgate de 86 bilhões de euros para evitar a quebra financeira.

(Reportagem de Costas Pitas)