Indústrias de frango do Brasil elevam projeção para exportações em 2015

terça-feira, 14 de julho de 2015 13:41 BRT
 

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de carne de frango do Brasil deverão crescer 5 por cento em 2015, com o país ganhando espaço deixado pelos Estados Unidos e com abertura de novos mercados, projetou nesta terça-feira a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Neste cenário, os embarques deverão atingir 4,3 milhões de toneladas no fechamento do ano, um recorde que supera o de 2014, após exportações de 1,99 milhão de toneladas no primeiro semestre --2 por cento de aumento ante os seis primeiros meses de 2014.

A projeção anterior, feita pela ABPA no início do ano, era de um crescimento de 3 por cento nas exportações. Isso antes de algumas importantes regiões produtoras dos EUA serem impactadas por uma crise de gripe aviária.

As exportações de carne de frango dos EUA, concorrente do Brasil no mercado internacional, tiveram queda de 8,5 por cento nos volumes entre janeiro e maio, equivalente a 350 mil toneladas no período, segundo dados citados pela ABPA.

"Isso chama o Brasil para ser o grande repositor dessa falta de mercadoria", disse o presidente da ABPA, Francisco Turra, em encontro com jornalistas em São Paulo.

O Brasil é o maior exportador de carne de frango do mundo, seguido pelos EUA, cujas exportações foram afetadas após importantes países consumidores colocarem restrições às importações do produto norte-americano devido a uma forma virulenta da gripe aviária ter sido encontrada no coração da região avícola do país.

A expectativa da associação é que os embarques de julho batam novo recorde, rompendo a barreira de 400 mil toneladas, superando a marca anterior, de 395,7 mil toneladas, em junho.

Conforme a entidade, o segundo semestre oferecerá ainda mais espaço para captura de participação deixada pelos EUA, após países consumidores consumirem seus estoques internos.   Continuação...

 
Abatedouro de frangos em Itatinga, em São Paulo.    04/10/2011    REUTERS/Paulo Whitaker