Lucro do Bank of America sobe com queda das despesas

quarta-feira, 15 de julho de 2015 19:21 BRT
 

Por Richa Naidu e Anil D'Silva

(Reuters) - O Bank of America, segundo banco dos EUA em ativos, reportou o maior lucro trimestral em quase quatro anos, com as despesas caindo ao menor nível desde a crise financeira de 2008.

O BofA, que pagou pelo menos 70 bilhões de dólares em despesas legais desde 2008, disse que seus custos legais caíram pelo segundo trimestre seguido, sugerindo que o banco está finalmente deixando de lado seus problemas decorrentes da crise.

As despesas não juros do BofA caíram cerca de 25 por cento, para 13,82 bilhões de dólares. Enquanto isso, o ganho com juros subiu 4,7 por cento, a 10,49 bilhões, primeira alta em cinco trimestres.

Os juros atribuídos ao acionistas mais que dobraram para 4,99 bilhões de dólares, ou 0,45 dólar por ação, ante 2,04 bilhões, ou 0,19 dólar por ação, um ano antes. As ações do banco subiram 4 por cento.

O quarto maior credor hipotecário dos EUA também disse que seus lucros com hipotecas bancárias quase dobraram para 1 bilhão de dólares. Mais da metade dos novos empréstimos de hipotecas do trimestre vieram da compra de casas, mais do que do refinanciamento que antes liderava a receita nos negócios.

O BofA disse que seus lucros de investimentos e serviços de corretagem cresceram 3 por cento, a 3,39 bilhões. Já a receita do Merrill Lynch Global Wealth Management ficou quase estável, a 3,79 bilhões de dólares.