Parlamento da Grécia aprova pacote de medidas para resgate

quarta-feira, 15 de julho de 2015 20:54 BRT
 

ATENAS (Reuters) - O Parlamento grego aprovou um pacote abrangente de medidas de austeridade exigidas pelos parceiros europeus como contrapartida para a abertura de negociações de um pacote de resgate multibilionário necessário para manter o país, que está à beira da falência, na zona euro.

A votação na madrugada de quinta-feira (horário local) foi antecedida por um debate tempestuoso em que dezenas de parlamentares de esquerda do partido governista, o Syriza, se rebelaram contra o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e se opuseram ao pacote, que foi aprovado com o apoio de partidos da oposição.

O pacote de medidas recebeu o apoio de 229 dos 300 parlamentares. Mas 38 integrantes do Syriza se abstiveram ou votaram contra o governo, incluindo o ex-ministro das Finanças Yanis Varoufakis e o atual ministro da Energia, Panagiotis Lafazanis, o vice-ministro do Trabalho, Dimitris Stratoulis, e a presidente da Casa, Zoe Constantopoulou.

O resultado abre caminho para o início de negociações com parceiros europeus sobre um terceiro pacote de resgate financeiro, mas deixa uma incerteza sobre o futuro do governo esquerdista de Tsipras após a divisão no partido.

(Reportagem de Renee Maltezou e Angeliki Koutantou)

 
Primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, pronuncia discurso durante sessão no Parlamento, na madrugada de quinta-feira (horário local), em Atenas, na Grécia. 15/07/2015 REUTERS/Alkis Konstantinidis