Vendas do Carrefour desaceleram no 2º tri apesar de bom desempenho no Brasil

quinta-feira, 16 de julho de 2015 08:56 BRT
 

PARIS (Reuters) - O Carrefour, maior varejista da Europa, disse nesta quinta-feira que o crescimento das vendas sob mesma base de comparação desacelerou no segundo trimestre, refletindo um ritmo mais fraco na França, apesar de uma aceleração na Espanha e robusto desempenho no Brasil.

O maior varejista do mundo depois do Wal-Mart disse que as vendas do segundo trimestre foram de 21,369 bilhões de euros, pouco acima da média das estimativas de analistas, de 21,3 bilhões de euros.

Excluindo combustíveis e moedas, as receitas cresceram 2,6 por cento no trimestre, uma desaceleração ante o crescimento de 3,2 por cento no primeiro trimestre.

As vendas em mesmas lojas nos hipermercados franceses subiram 0,5 por cento após um aumento de 2,1 por cento no primeiro trimestre.

O crescimento no Brasil, maior mercado do Carrefour depois da França, foi de 7,1 por cento no trimestre, enquanto as condições do comércio na China continuaram fracas, com queda de 12,3 por cento nas vendas.

(Por Dominique Vidalon)

 
Filial do Carrefour em São Paulo.    24/12/2013   REUTERS/Paulo Whitaker