Anglo American alerta sobre baixas contábeis de até US$4 bi

quinta-feira, 16 de julho de 2015 11:01 BRT
 

Por Eric Onstad e Clara Denina

LONDRES (Reuters) - A mineradora Anglo American (AAL.L: Cotações) alertou para uma segunda multibilionária baixa contábil em seus ativos de carvão e minério de ferro, demonstrando o crescente impacto da queda do preço das commodities.

O encargo de entre 3 e 4 bilhões de dólares sinalizado nesta quinta-feira que será contabilizado no resultado do primeiro semestre, que vem na esteira de outra baixa contábil de 3,9 bilhões de dólares que a Anglo registrou por motivos similares em fevereiro, quando também anunciou uma queda de 25 por cento em seu lucro operacional básico em 2014.

Ambas as baixas contábeis da Anglo neste ano envolvem o projeto de minério de ferro Minas Rio, no Brasil, assolado por atrasos e aumentos de custos desde que a Anglo o comprou em 2007-2008 por cerca de 5,5 bilhões de dólares.

"Isso sublinha o fato de que aqueles ativos provavelmente não vão gerar nenhum dinheiro," disse o analista do banco de investimentos Liberum, Ben Davis.

Quinta maior mineradora diversificada do mundo em capitalização no mercado acionário, a Anglo não está sozinha no aperto causado pela baixa dos preços das commodities.

A BHP Billiton (BLT.L: Cotações) (BHP.AX: Cotações) divulgou na quarta-feira um prejuízo de 2 bilhões de dólares em seu negócio de petróleo não convencional nos Estados Unidos, a terceira baixa contábil em três anos.

((Tradução Redação São Paulo 55 11 56447723))

REUTERS EN AC   Continuação...

 
Funcionário ao lado de placa da Anglo American no escritório da companhia na África do Sul.  08/01/2013 
 REUTERS/Siphiwe Sibeko