Índice europeu de ações fecha na máxima desde maio por votação na Grécia e BCE

quinta-feira, 16 de julho de 2015 14:14 BRT
 

Por Atul Prakash

LONDRES (Reuters) - O índice das principais ações europeias fechou esta quinta-feira na máxima desde o fim de maio, após o Parlamento grego aprovar medidas de austeridade exigidas por credores para iniciar as negociações sobre um novo pacote de resgate para manter a Grécia na zona do euro.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 1,4 por cento, a 1.608 pontos.

As bolsas atingiram as máximas do dia após o Banco Central Europeu (BCE) dar sequência a seu programa de estímulos, acertar mais financiamento para bancos gregos e prometer mais medidas se necessário.

Os bancos gregos e a bolsa em Atenas não abriram nas últimas semanas como parte de medidas de controle de capital, mas os bancos do país devem reabrir na semana que vem com a Europa movimentando-se para reiniciar o financiamento à assolada economia da Grécia.

O aumento do financiamento veio horas após o dividido Parlamento em Atenas aprovar um duro programa de resgate em uma votação que deixou o governo sem uma maioria e com a perspectiva de novas eleições em questão de meses.

Mesmo assim, investidores comemoraram o fato de que as medidas passaram pelo Parlamento.

"A votação na Grécia tem ajudado o mercado a registrar ganhos. Durante as próximas semanas, vemos o foco passando à temporada de resultados em que esperamos que o fluxo de notícias dê apoio (ao mercado)", disse o diretor de estratégia de ativos do HSBC Bank, Robert Parkes.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,63 por cento, a 6.796 pontos.   Continuação...