FMI não fará parte de 1ª parcela do novo resgate grego, diz Schaeuble

quinta-feira, 16 de julho de 2015 14:51 BRT
 

(Reuters) - O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, disse em carta ao presidente da câmara baixa do Parlamento alemão que o Fundo Monetário Internacional (FMI) não será envolvido no pagamento da primeira parcela do novo resgate grego.

Essa parcela deve ser paga em meados de agosto deste ano, de acordo com a carta, vista pela Reuters, na qual Schaeuble pediu que o Parlamento concorde em abrir negociações sobre o terceiro resgate grego.

A carta diz que o envolvimento do FMI dependerá de uma conclusão satisfatória da primeira revisão do programa no outono de 2015 (no hemisfério norte) e de da confirmação da sustentabilidade da dívida da Grécia.

(Reportagem de Andreas Rinke)