Volvo mostra dúvidas sobre cortes de custos e perspectiva para mercado dos EUA

sexta-feira, 17 de julho de 2015 09:41 BRT
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A montadora de caminhões Volvo (VOLVb.ST: Cotações) disse que seus esforços para alcançar a meta de corte de custos estão sendo prejudicados pela fraqueza na coroa sueca, e alertou que espera pouco crescimento em seu mercado-chave da América do Norte nos próximos anos.

Os comentários ofuscaram resultados trimestrais que vieram acima das expectativas da maior companhia sueca em vendas e maior empregadora do setor privado, e faziam as ações da companhia caírem 5,4 por cento, às 9h20 (horário de Brasília).

A Volvo, que enfrenta uma rivalidade acirrada com a Daimler (DAIGn.DE: Cotações) e a Volkswagen (VOWG_p.DE: Cotações), está buscando cortar 10 bilhões de coroas (1,2 bilhão de dólares) em custos anuais. Mas com cerca de apenas um terço das economias implementadas até agora, investidores aumentaram a pressão para que o grupo entregue o restante dentro do cronograma até o final de 2015.

A Volvo disse também que o mercado de caminhões da América do Norte -- que responde por cerca de um quinto de suas vendas -- provavelmente atingiu seu pico para o ciclo. Um ciclo na indústria normalmente dura cerca de uma década.

A companhia registrou alta de 82 por cento no lucro operacional ajustado no segundo trimestre para 6 bilhões de coroas, superando a estimativa média de 5,3 bilhões de coroas em pesquisa da Reuters com analistas.

(Por Niklas Pollard e Johannes Hellstrom)