Google dispara e Nasdaq fecha em nova máxima recorde

sexta-feira, 17 de julho de 2015 18:41 BRT
 

Por Noel Randewich

(Reuters) - Uma forte alta nas ações do Google levou o Nasdaq a fechar pelo segundo dia seguido em máxima recorde nesta sexta-feira, enquanto o fraco desempenho de ações de energia pesaram no Dow Jones e S&P 500.

O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,91 por cento, a 5.210 pontos, nova máxima histórica. O índice Dow Jones caiu 0,19 por cento, a 18.086 pontos, enquanto o S&P 500 subiu 0,11 por cento, a 2.126 pontos.

Na semana, o Nasdaq subiu 4,3 por cento, o maior avanço semanal desde outubro de 2014. O Dow Jones acumulou ganho de 1,8 por cento e o S&P 500 subiu 2,4 por cento.

As ações do Google avançaram 16,26 por cento nesta sessão, fechando na máxima histórica de 699,62 dólares, um dia após a empresa informar forte crescimento na receita com anúncios. Foi a maior alta percentual das ações do Google desde abril de 2008.

As ações do Facebook subiram 4,53 por cento, para a máxima recorde de 94,97 dólares, com a expectativa de que a empresa possa ter desempenho com anúncios semelhante ao do Google.

No entanto, uma queda nos preços do petróleo limitou ganhos mais amplos no mercado acionário, com o índice de energia do S&P 500 caindo 1,07 por cento, para o menor patamar desde janeiro de 2013. As ações da Chevron caíram 1,4 por cento. O índice do setor de serviços públicos caiu 1,06 por cento.

Operadores estão cautelosamente otimistas sobre os próximos resultados trimestrais, após algumas empresas apresentarem desempenho acima das expectativas nesta semana.

"Será melhor do que os números de consenso estão apontando", disse o gestor de carteira da Swarthmore Group Kurt Brunner. "Nossa economia está indo bem. Não estamos crescendo 5 por cento, mas temos crescimento lento e firme e acho que isso vai continuar."