Regulador do mercado de capital nos EUA abre inquérito civil sobre caso da Fifa, diz fonte

sábado, 18 de julho de 2015 09:29 BRT
 

Por Sarah N. Lynch

WASHINGTON (Reuters) - Reguladores do mercado de capitais dos Estados Unidos estão examinando o comportamento de várias empresas com ligações com a Fifa ou outros organismos de futebol envolvidos em um grande escândalo de corrupção para ver se houve eventual violação das leis federais norte-americanas, disse uma pessoa com conhecimento do assunto.

O inquérito civil, que está em seu estágio inicial e pode não levar a qualquer constatação de irregularidades ou de execução, está sendo conduzido pela Securities and Exchange Commission (SEC, na sigla em inglês).

A ação da SEC abre uma nova frente em uma ampla investigação conduzida pelos EUA e autoridades suíças acerca de suborno envolvendo autoridades do futebol, executivos de marketing e várias empresas. No final de maio, os EUA indiciaram nove autoridades do futebol - a maioria dos quais ocupavam cargos na Fifa - e cinco executivos por várias infrações relacionadas com mais de 150 milhões de dólares de supostos subornos e propinas.

O foco da SEC está voltado a empresas de capital aberto que tenham se envolvido em contratos de futebol, como a fabricante de calçados e vestuário esportivos Nike, disse a fonte, que pediu para não ser identificado devido à natureza não-pública da investigação.

O escopo exato do inquérito e os nomes de outras empresas que serão analisados não puderam ser informados.

Uma porta-voz da SEC disse que não comentaria.

Em um comunicado na sexta-feira, um porta-voz da Nike disse que a empresa "está comprometida em cooperar com qualquer investigação do governo sobre o assunto Fifa."