CEO da Toshiba renuncia ao cargo por escândalo contábil

terça-feira, 21 de julho de 2015 08:37 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - O presidente-executivo da Toshiba, Hisao Tanaka, renunciou ao cargo nesta terça-feira após uma investigação independente determinar que ele estava ciente de que a companhia inflou seus lucros, no maior escândalo corporativo do Japão em anos.

O presidente-executivo Hisao Tanaka disse que será substituído temporariamente pelo presidente do Conselho, Masashi Muromachi, acrescentando que a companhia está considerando nomear diretores de fora para mais da metade das cadeiras do Conselho.

"Vejo isso como o evento mais danoso para nossa marca nos 140 anos de história da companhia", disse Tanaka em entrevista coletiva após o curvar-se profundamente em penitência diante das câmeras.

"Não acredito que esses problemas possam ser superados do dia para a noite."

Muromachi é considerado um par de mãos seguro para liderar a Toshiba pela turbulência atual antes de entregar as rédeas para um sucessor. A companhia planeja anunciar no mês que vem os resultados corporativos adiados para o ano fiscal encerrado em março.

O relatório de segunda-feira do painel independente de contadores e advogados disse que a Toshiba exagerou seu lucro operacional em 151,8 bilhões de ienes (1,22 bilhão de dólares) durante vários anos, quase o triplo da estimativa inicial da empresa.

(Por Ritsuko Ando, Chang-Ran Kim e Ayai Tomisawa)