Ações recuam pressionadas por farmacêuticas

terça-feira, 21 de julho de 2015 13:50 BRT
 

Por Alistair Smout e Atul Prakash

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em queda nesta terça-feira, afastando-se da máxima atingida na sessão anterior, pressionado pelo setor de saúde após a Novartis divulgar lucros trimestrais abaixo das expectativas de analistas.

O índice FTSEurofirst 300 fechou com queda de 1,09 por cento, a 1.596 pontos, após alcançar a máxima desde o fim de maio na sessão anterior.

O mercado ampliou perdas no fim da sessão, com resultados fracos de empresas norte-americanas como a IBM pressionando Wall Street, enquanto o avanço do euro prejudicou exportadoras europeias.

O índice de saúde do STOXX Europe 600 caiu 1,5 por cento, a maior queda entre setores na Europa, pressionado por um recuo de 2,1 por cento do papel da Novartis após a farmacêutica suíça divulgar desempenho fraco em sua divisão de cuidados com olhos no segundo trimestre.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,29 por cento, a 6.769 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,12 por cento, a 11.604 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,70 por cento, a 5.106 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,32 por cento, a 23.712 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,84 por cento, a 11.458 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,64 por cento, a 5.828 pontos.