Presidente do BC do Japão diz que inflação vai acelerar "consideravelmente"

terça-feira, 21 de julho de 2015 14:24 BRT
 

BANGCOC (Reuters) - O presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, afirmou nesta terça-feira esperar que a inflação no país acelere consideravelmente nos próximos meses devido a um mercado de trabalho apertado, e descartou a ideia de que são necessários mais estímulos.

Kuroda, em resposta a perguntas após discurso, também afirmou que a inflação ainda está a caminho de atingir a meta de inflação de 2 por cento do banco central em algum momento do primeiro semestre do ano fiscal 2016.

O otimismo de Kuroda contrasta com as crescentes preocupações com a possibilidade de a turbulência da economia global fazer o preço do petróleo voltar a cair, fazendo mais pressão sobre os preços aos consumidores no Japão.

"No momento, a taxa de inflação está próxima de zero," disse Kuroda. "A taxa de inflação deve começar a acelerar consideravelmente nos próximos meses."

O banco central do Japão espera alcançar a meta de inflação de 2 por cento em algum momento no primeiro semestre do próximo ano fiscal, parcialmente porque assume que os preços do petróleo vão se recuperar gradualmente após a venda generalizada do ano passado.

(Reportagem de Simon Webb)