Governo vai reduzir meta de superávit diante impacto da desaceleração

quarta-feira, 22 de julho de 2015 07:15 BRT
 

Por Alonso Soto

BRASÍLIA (Reuters) - O governo federal vai reduzir a meta de superávit primário para 2015 diante da queda na receita tributária, mas planeja anunciar novos cortes no Orçamento para mostrar compromisso com a austeridade, disseram à Reuters duas autoridades familiarizadas com a decisão nesta quarta-feira.

A redução da meta de superávit primário de 66,3 bilhões de reais, o equivalente a 1,1 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), será anunciada nesta quarta-feira, segundo as autoridades.

O corte da meta mostra o quanto será difícil para o governo da presidente Dilma Rousseff fortalecer as finanças do país depois de anos de excessos e em meio a uma dolorosa desaceleração econômica.