Ata do BC britânico mostra que "algumas" autoridades pendem na direção de elevar juros

quarta-feira, 22 de julho de 2015 08:34 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Autoridades do Banco da Inglaterra votaram de forma unânime para manter as taxas de juros no patamar atual no começo deste mês, mas há sinais de que mais deles estão chegando mais perto de apoiar a primeira elevação do juro desde antes da crise financeira.

A ata da reunião Comitê de Política Monetária do banco central britânico, que terminou em 8 de julho, mostrou que seus membros decidiram por 9-0 deixar o juro na mínima recorde de 0,5 por cento.

"Para todos os membros do comitê, a decisão de política monetária deste mês foi clara", segundo a ata divulgada nesta quarta-feira.

No entanto, para "algumas" autoridades, os riscos de a inflação acelerar para além da meta de 2 por cento do banco central estão crescendo, e que o "fato muito relevante" do impasse sobre a dívida da Grécia influenciou seus votos a favor da manutenção da taxa de juros.

"Excluindo essa incerteza, a decisão entre manter o juro em seu nível atual versus um pequeno aumento está se tornando mais equilibrada", de acordo com a ata.

(Por William Schomberg e David Milliken)