Raízen projeta etanol de 2ª geração com custo competitivo em 2017

quarta-feira, 22 de julho de 2015 11:37 BRT
 

PIRACICABA, São Paulo (Reuters) - A Raízen pretende construir novas plantas de etanol de segunda geração --produzido a partir da biomassa da cana-- assim que o custo de produção for compatível com o de primeira geração, algo que deverá acontecer a partir de 2017, disse nesta quarta-feira o presidente da companhia, Vasco Dias.

A Raízen, maior produtora individual de etanol e açúcar do Brasil, uma joint venture entre Cosan e Shell, inaugura nesta quarta-feira sua primeira usina de etanol de segunda geração, em Piracicaba, no interior de São Paulo.

(Por Marcelo Teixeira)