Urbamais, da MRV, vê negociação de terrenos mais fácil com retração econômica

quarta-feira, 22 de julho de 2015 13:13 BRT
 

Por Juliana Schincariol

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A retração econômica está facilitando a compra de terrenos e incentivando uma migração de consumidores de imóveis prontos para loteamentos, disse o principal executivo da empresa de loteamentos Urbamais, controlada pela construtora e incorporadora MRV.

"Existem muitas áreas que a gente começou a negociar há um ano, um ano e meio e estavam descartadas e estão voltando a ser discutidas", disse o diretor-executivo da Urbamais, Flávio Araújo, à Reuters.

Segundo ele, os donos desses terrenos têm procurado a companhia com disposição de venda por valores menores que os cobrados alguns meses atrás.

"Com a restrição do crédito imobiliário, a gente sente que muita gente vem migrando para a compra de loteamentos", disse Araújo.

Lançada em 2012, a Urbamais foi criada com um caixa de 50 milhões de reais. A empresa é 60 por cento controlada pela MRV, com os 40 por cento restantes nas mãos de diretores da empresa.

O banco de terrenos da companhia é avaliado atualmente em 2 bilhões de reais em Valor Geral de Vendas (VGV). Para a aquisição das áreas, a empresa trabalha com permuta física ou financeira.

A companhia busca atuar em cidades onde a MRV esteja presente, em busca de ganhos de sinergia, e oferece produtos voltados para as classes B e C.

Araújo não descartou a possibilidade de novos sócios para a Urbamais, mas disse que no momento não há nada planejado.   Continuação...