Vendas do segundo trimestre da Unilever superam estimativas

quinta-feira, 23 de julho de 2015 09:11 BRT
 

Por Martinne Geller

LONDRES (Reuters) - A Unilever divulgou vendas trimestrais melhores do que esperado nesta quinta-feira, impulsionadas por ganhos em suas unidades de casa e cuidados pessoais, e manteve sua expectativa para o ano.

Os resultados dão evidências de que a fabricante anglo-holandesa de marcas como o sabonete Dove e o chá Lipton está se recuperando de um fraco 2014, quando seu negócio foi afetado pela desaceleração dos mercados emergentes e desvalorizações cambiais. Ainda assim, a empresa alertou que a procura dos consumidores permaneceu fraca.

"Se existe algum lugar onde se pode sentir que as coisas estão ficando ligeiramente melhores é na América do Norte, mas é tudo um passo à frente e dois passos pra trás," disse o diretor-financeiro Jean Marc Huet.

A Unilever é cada vez menos uma companhia alimentícia e cada vez mais dependente de produtos como sabão em pó, shampoos e desodorantes, disse destacando que as vendas cresceram 2,9 por cento no segundo trimestre, ante estimativa média de analistas de alta de 2,6 por cento, segundo pesquisa realizada pela companhia.

O volume de vendas, que mede o volume de bens vendidos, subiu 1,3 por cento, enquanto os preços subíram 1,5 por cento.

No primeiro semestre do ano, o lucro operacional da companhia foi de 3,8 bilhões de euros (4,15 bilhões de dólares), correspondendo às estimativas dos analistas.