Lucro ajustado da GM mais que dobra com demanda por picapes nos EUA

quinta-feira, 23 de julho de 2015 10:10 BRT
 

(Reuters) - A General Motors informou nesta quinta-feira que o lucro ajustado da montadora mais do que dobrou no segundo trimestre, graças a robustas margens de lucro com a venda de picapes na América do Norte e contínua força na China, valorizando suas ações nas negociações pré-mercado.

Excluindo itens não recorrentes, a GM teve lucro de 2,9 bilhões de dólares, 1,29 dólar por ação, no último trimestre, acima dos 1,4 bilhão de dólares, ou 0,58 dólar por ação, um ano antes. O resultado também veio bem acima do 1,08 dólar por ação esperado, em média, por analistas. O lucro subiu apesar da queda nas vendas globais de veículos e do declínio de 3,5 por cento na receita mundial.

O lucro líquido cresceu para 1,1 bilhão de dólar, ou 0,67 dólar por ação, contra 200 milhões de dólares, ou 0,11 dólar por ação, há um ano, quando o resultado foi impactado por um grande encargo relacionado a custos de recall.

As operações na América do Norte geraram quase todo o lucro operacional da GM, com resultado positivo trimestral de 2,8 bilhões de dólares e margem de 10,5 por cento, o que a companhia disse ser um recorde para qualquer trimestre desde que emergiu da concordata em 2009.

A GM ainda disse que as operações de sua joint venture na China melhoraram suas margens de lucro a 10,2 por cento, de 10 por cento no ano passado, apesar da demanda mais lenta no maior mercado mundial de carros.

(Por Joseph White e Bernie Woodall, em Detroit)