Ações asiáticas recuam após PMI fraco da China reanimar preocupações sobre demanda

sexta-feira, 24 de julho de 2015 07:26 BRT
 

Por Saikat Chatterjee

HONG KONG (Reuters) - Os índices acionários asiáticos caíram nesta sexta-feira depois que a pesquisa Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) mostrou que a atividade industrial da China despencou para uma mínima de 15 meses, reanimando preocupações sobre as exportações da região.

Às 7h22 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 1,11 por cento, caminhando para uma perda de mais de 2 por cento na semana --uma das piores quedas deste ano.

O PMI preliminar do Caixin/Markit sobre a indústria da China recuou para 48,2, abaixo da previsão de economistas de 49,7 e a menor leitura desde abril do ano passado. Esse foi o quinto mês consecutivo abaixo de 50, o nível que separa contração da expansão.

O PMI fraco vem na sequência de alguns dados ruins em algumas das maiores economias da região.

A economia sul-coreana registrou o crescimento mais fraco em seis anos no segundo trimestre, enquanto as exportações japonesas para a China foram relativamente fracas, provocando receios de desaceleração nos lucros corporativos na Ásia.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,67 por cento, a 20.544 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,06 por cento, a 25.128 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,29 por cento, a 4.070 pontos.   Continuação...