Equipe do Fed vê uma alta dos juros nos EUA neste ano

sexta-feira, 24 de julho de 2015 14:45 BRT
 

Por Jason Lange e Howard Schneider

WASHINGTON (Reuters) - A equipe do Conselho Diretor do Federal Reserve espera um único aumento de 0,25 ponto percentual na taxa de juros do país até o fim do ano, inflação baixa por mais cinco anos e crescimento econômico mais lento do que o estimado pelas autoridades que decidem a política de juros do banco central dos Estados Unidos.

Essas projeções pessimistas foram incluídas em uma série de previsões apresentadas ao Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) na reunião de 16 e 17 de junho e inadvertidamente publicadas no site do Fed em 29 de junho.(bit.ly/1IrnFT8)

As projeções não representam as visões dos integrantes do banco central norte-americano que decidem sobre a taxa de juros. Essas autoridades, muitas das quais baseiam suas atividades fora de Washington nos braços regionais do Fed, formulam suas próprias projeções.

Mas as avaliações da equipe do Conselho são tão sensíveis e influentes que o Fed normalmente as divulga cerca de cinco anos depois de serem feitas. A divulgação foi resultado de "erros de procedimento", segundo porta-voz do Fed.

A equipe projeta que o Fed elevará a taxa de juros o suficiente para chegue a 0,35 por cento no quarto trimestre de 2015. Isso implica uma alta de 0,25 ponto percentual neste ano, já que a taxa está atualmente girando em torno de cerca de 0,13 por cento.

Nas projeções, que vão de 2015 a 2020, a equipe não espera que a inflação chegue à meta de 2 por cento do Fed. O documento também apresenta uma visão menos otimista sobre o crescimento de longo prazo, com expectativa de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) de 1,74 por cento no quarto trimestre de 2020 em relação ao quarto trimestre de 2019.