Regulador dos EUA questiona dona da Smirnoff sobre práticas contábeis

sexta-feira, 24 de julho de 2015 15:11 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A fabricante de bebidas alcoólicas Diageo está sob escrutínio nos Estados Unidos, onde o regulador dos mercados, a Securities and Exchange Comission (SEC), fez questionamentos para saber se a empresa inflou as vendas a distribuidores norte-americanos.

Um porta-voz da Diageo, maior companhia de bebidas alcóolicas do mundo dona de marcas como vodca Smirnoff e uísque Johnnie Walker, confirmou que a companhia recebeu indações da SEC e estava respondendo às suas questões.

Não estava claro se uma investigação completa estava ocorrendo.

A suposta infração permite à empresa contabilizar vendas antes dos pedidos serem efetivamente feitos. A companhia farmacêutica Bristol Myers Squibb pagou 150 milhões de dólares em 2004 para encerrar acusações da SEC de que teria contabilizado 1,5 bilhão de dólares em excesso como receita.

"A Diageo recebeu um questionamento da SEC sobre sua distribuição nos Estados Unidos", disse o porta-voz. "A Diageo está trabalhando para responder totalmente aos pedidos da SEC por informações nessa questão."

(Por Martinne Geller)