Greve da Petrobras paralisa produção da plataforma P-15 em Campos, diz sindicato

sexta-feira, 24 de julho de 2015 16:40 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A greve de 24 horas realizada por funcionários da Petrobras nesta sexta-feira paralisou a produção da plataforma P-15, que opera nos campos de Marimbá e Piraúna, na Bacia de Campos, informou à Reuters o diretor de comunicação do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), Marcos Brêda.

A P-15 produziu, em maio, média de 2,479 mil barris de petróleo por dia e 458 mil metros cúbicos de gás natural por dia, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

(Por Marta Nogueira)