Wall St cai com preocupações sobre economia e balanços

sexta-feira, 24 de julho de 2015 18:50 BRT
 

Por Rodrigo Campos

(Reuters) - Os índices S&P 500 e Nasdaq encerraram esta sexta-feira com as maiores quedas semanais desde março, conforme uma desaceleração no crescimento global levou ao recuo de ações ligadas a commodities, enquanto a queda das ações da Biogen derrubou o índice de biotecnologia.

O índice Dow Jones caiu 0,92 por cento, a 17.568 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 1,07 por cento, a 2.079 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 1,12 por cento, a 5.088 pontos.

A Biogen cortou pela metade sua estimativa de crescimento da receita em 2015 e suas ações caíram 22 por cento, para pouco acima de 300 dólares.

Ações do setor de energia e de matérias-primas pesaram fortemente no mercado, após dados mais fracos que o esperado da China e da zona do euro aumentarem as preocupações sobre o crescimento global. Os preços do petróleo atingiram a mínima desde março.

"Você tem crescimento da receita abaixo do esperado no balanço e então você coloca sobre isso a preocupação com uma desaceleração econômica global, que se torna autorealizável", disse o estrategista-chefe da Wunderlich Securities, Art Hogan.

A Amazon foi o ponto alto do dia, com as ações subindo mais de 20 por cento em determinado momento e fechando com alta de 10 por cento, a 530,50 dólares. A varejista on-line informou lucro trimestral inesperado e o valor de mercado da empresa subiu para 247 bilhões de dólares, tornando-se a décima maior empresa dos EUA por valor de mercado.

Na semana, o S&P 500 caiu 2,2 por cento e o Nasdaq recuou 2,3 por cento, as maiores quedas semanais desde a última semana de março. A queda de 2,9 por cento do Dow Jones foi a maior para qualquer semana desde janeiro.