Irã lança ofensiva de conciliação diplomática com países do Golfo Árabe

domingo, 26 de julho de 2015 10:58 BRT
 

KUWAIT (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores do Irã pediu, neste domingo, pela formação de uma frente unida entre países do Oriente Médio para combater a militância violenta, durante sua primeira viagem após o acordo nuclear assinado com seis potências mundiais, recebido com receio entre vizinhos do Golfo Árabe.

"Qualquer ameaça a um país é uma ameaça a todos... Nenhum país pode resolver problemas regionais sem a ajuda de outros", disse Mohammad Javad Zarif, em uma coletiva de imprensa na embaixada do Irã no Kuwait.

O chanceler iraniano começou pelo Kuwait sua turnê de um dia por três países. Ele segue agora para Catar e Iraque.

A maior parte dos Estados do Golfo Árabe teme que o acordo nuclear alcançado pelo Irã em 14 de julho vá acelerar a distensão entre Teerã e Washington, incentivando os iranianos a angariarem aproximação entre aliados no Oriente Médio que se encontram em desentendimento com países do Golfo Árabe.

"O Irã apoia o povo da região na luta contra a ameaça do extremismo, terrorismo e sectarismo... Nossa mensagem aos países da região é que devemos combater juntos esse desafio compartilhado", acrescentou Zarif.

(Por Ahmed Hagagy)