Ryanair pede a rivais ajuda para eliminar sites de comparação de preços

segunda-feira, 27 de julho de 2015 10:39 BRT
 

DUBLIM (Reuters) - A Ryanair pediu a quatro grandes companhias aéreas europeias para mostrar tarifas online de cada uma em uma proposta para eliminar os terceiros, websites de comparação de preços, disse nesta segunda-feira o presidente-executivo da empresa, Michael O'Leary.

As tarifas da Ryanair estão disponíveis em websites de comparação de preços como o Google Flights e o Expedia e compete com eles ao oferecer serviços de hotéis e aluguel de carros em seu próprio website.

O'Leary não revelou com quais companhias aéreas ele entrou em contato, mas no passado ele já se referiu à Ryanair, IAG, Air-France KLM, easyJet e Lufthansa como as "cinco grandes" da Europa. Ele disse esperar uma resposta em breve.

"Eu penso que as grandes companhias aéreas poderiam e deveriam trabalhar juntas porque, creio eu, não faz sentido ter websites de comparação de preços," disse O'Leary em vídeo comunicado.

"Se as companhias fossem competitivas e tivessem uma oferta digital competente, esse tipo de website não existiria."

O'Leary disse ainda que mesmo quando a Ryanair tinha as menores tarifas, frequentemente não havia assentos disponíveis, direcionando potenciais clientes para voos em concorrentes.

(Por Conor Humphries)