Teva comprará unidade de genéricos da Allergan por US$40,5 bi

segunda-feira, 27 de julho de 2015 11:08 BRT
 

TEL AVIV (Reuters) - A Teva Pharmaceutical Industries anunciou nesta segunda-feira acordo para comprar a divisão de medicamentos genéricos da Allergan em uma transação em dinheiro e ações que transformará a empresa israelense em uma das maiores farmacêuticas do mundo.

O acordo, o maior da história corporativa de Israel, levou a Teva a descartar oferta de aquisição hostil de 40 bilhões de dólares da Mylan, que chegou a um impasse quando uma fundação holandesa ligada ao alvo da aquisição tomou medidas para inviabilizar a aquisição pela Teva.

A transação permitirá que a Allergan, terceira maior fabricante de medicamentos genéricos dos Estados Unidos, foque em drogas de marca e a reduzir sua dívida.

"O negócio da Allergan é mais sofisticado (do que da Mylan). É uma operação mais interessante ... é um negócio rentável e é bem administrado", disse o analista da corretora Excellence Nessuah Gilad Alper, observado que um "acordo amigável" é preferível a uma aquisição hostil.

A Teva pagará 33,75 bilhões de dólares em dinheiro e 6,75 bilhões em ações que representam participação de 10 por cento na companhia israelense, disse a Teva em comunicado. O acordo deve ser concluído no primeiro trimestre de 2016.

A atividade de fusão e aquisição no setor de saúde atingiu 398,5 bilhões de dólares até 23 de julho, uma alta de 80 por cento sobre um ano antes, segundo dados da Thomson Reuters.