Wall St cai; mercado acionário chinês cria temor sobre crescimento

segunda-feira, 27 de julho de 2015 18:02 BRT
 

(Reuters) - Wall Street fechou no vermelho nesta segunda-feira, após a maior queda em oito anos do mercado acionário chinês aumentar as preocupações com a chance de o enfraquecimento no crescimento da segunda maior economia do mundo atingir parceiros comerciais.

O Dow Jones caiu 0,73 por cento, a 17.440 pontos. O S&P 500 perdeu 0,58 por cento, a 2.067 pontos. O Nasdaq recuou 0,96 por cento, a 5.040 pontos.

O Dow Jones terminou no menor patamar desde fevereiro, enquanto o Nasdaq atingiu a mínima de quatro semanas e o S&P 500 encerrou na mínima em mais de duas semanas.

Após o mercado acionário chinês cair mais de 8 por cento, o regulador do mercado de capitais do país disse que manteria as compras de ações para estabilizar o mercado, uma vez que um plano sem precedentes para impulsionar o mercado parecia falhar.

Os preços das commodities retomaram a trajetória de queda, com o índice Thomson Reuters CRB atingindo a mínima em seis anos e o preço do petróleo no menor nível em quatro meses.

"Uma desaceleração significativa na China impacta não somente os Estados Unidos, mas parceiros globais também", disse o presidente executivo da Horizon Investment Services, Chuck Carlson.