Declínio da economia russa desacelera mas recuperação ainda esta longe

terça-feira, 28 de julho de 2015 08:40 BRT
 

Por Jason Bush e Alexander Winning

MOSCOU (Reuters) - O forte declínio da economia russa pode ter quase encerrado seu ciclo, mostraram dados oficiais divulgados nesta terça-feira, diante da enorme desvalorização do rublo e pesados gastos do governo em medidas anticrise.

As perspectivas de recuperação, porém, são nebulosas, com muitos analistas alertando sobre uma retomada lenta na melhor das hipóteses.

A economia recuou como resultado de sanções do Ocidente ligadas ao conflito da Ucrânia e ao colapso no ano passado do preço do petróleo. No entanto, agora o declínio aparentemente foi contido.

Embora o Produto Interno Bruto (PIB) tenha continuado a cair em termos anuais em junho --queda de 4,2 por cento ante 4,8 por cento em maio-- a produção recuou apenas 0,1 por cento na comparação mensal, em números ajustados sazonalmente.

O número soma-se a outros dados recentes, levando analistas a concluir que o declínio está perto do limite inferior --um fio de esperança para dados que ainda mostram a maioria dos indicadores macroeconômicos em forte queda em comparação ao ano anterior.

"É um pouco prematuro falar sobre recuperação em termos sequenciais, que de fato está por vir", disse o economista da VTB Capital Alexander Isakov. "Mas em termos de comparações anuais --o número principal em que todos se concentram-- estamos perto do limite inferior".