28 de Julho de 2015 / às 14:00 / em 2 anos

MPF diz que presidente licenciado da Eletronuclear recebeu propina de R$4,5 mi

Vista panorâmica da usina nuclear de Angra dos Reis no Rio de Janeiro, da Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras. 31 de agosto de 2011. REUTERS/Ricardo Moraes

CURITIBA (Reuters) - O diretor-presidente licenciado da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, recebeu 4,5 milhões de reais em propinas das empresas Andrade Gutierrez e Engevix, disse nesta terça-feira o procurador do Ministério Público Federal Athayde Ribeiro Costa.

O executivo foi preso mais cedo nesta terça-feira pela Polícia Federal em uma nova etapa de investigações da operação Lava Jato, que tem como foco contratos firmados por empreiteiras com a Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras.

Reportagem de Sergio Spagnuolo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below