UE apoia tarifas antidumping sobre aço inoxidável da China e Taiwan

terça-feira, 28 de julho de 2015 14:57 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Países-membros da Uniáo Europeia apoiaram a imposição de tarifas antidumping sobre as importações de chapas de aço inoxidável laminadas a frio da China e de Taiwan, segundo fontes familiarizadas com a decisão.

A UE cobrará tarifas de entre 24,3 e 25,3 por cento para importações de chapas, bobinas e tiras chinesas, e 6,8 por cento para produtos de Taiwan, após uma queixa aberta em maio de 2014 pela associação de produtores de aço da Europa, a Eurofer.

A Comissão Europeia lançou investigação em junho de 2014, determinando que as tarifas provisórias deveriam ser aplicadas em março.

Estas tarifas provisórias são de 24,2 a 25,2 por cento para China e de 10,9 a 12,0 por cento para Taiwan.

As medidas definitivas, que normalmente vigoram por cinco anos, passaram por uma votação pelos 28 países-membros da UE na semana passada, com uma maioria considerável a favor. A Comissão tem até 25 de setembro para impor as tarifas antidumping.

A Eurofer alegou que China e Taiwan venderam 620 milhões de euros de aço inoxidável laminado a frio para a UE em 2013, cerca de 17 por cento do mercado total, e eram culpados de dumping -- a venda a preços deslealmente baixos.

Analistas disseram que as tarifas provavelmente não acabarão com as importações da China, mas são altas o bastante para que ter um impacto considerável.

(Por Philip Blenkinsop)