Pão de Açúcar tem prejuízo no 2o tri por menores vendas da Cnova e da Via Varejo

terça-feira, 28 de julho de 2015 20:39 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Grupo Pão de Açúcar teve prejuízo no segundo trimestre, afetado por retração econômica do país, aumento de despesas e menor geração de caixa operacional.

O caixa operacional teve impacto dos fracos resultados de Cnova e Via Varejo, os braços que abrigam as operações de móveis e eletrodomésticos e de comércio eletrônico, disse a varejista em seu relatório de resultados divulgado nesta terça-feira.

"Além disso, o ambiente macroeconômico; maiores patamares de despesas, que sofreram reajustes em linha ou acima da inflação; e o crescimento da taxa de juros...contribuíram para o resultado", disse a companhia.

As despesas operacionais totais subiram 11,9 por cento na comparação anual, a 3,216 bilhões de reais, enquanto o resultado financeiro líquido ficou negativo em 413 milhões de reais, 14,4 por cento maior ano a ano.

A varejista teve prejuízo de 30 milhões de reais no segundo trimestre, ante lucro de 358 milhões de reais um ano antes. Excluindo o resultado consolidado da Cnova, o lucro líquido da companhia alcançou 123 milhões de reais.

No segmento alimentar, o lucro caiu 44,1 por cento, para 102 milhões de reais, enquanto as despesas subiram 12,9 por cento.

Na manhã desta terça-feira, a Via Varejo, empresa de móveis e eletrodomésticos do Grupo, informou prejuízo líquido de 13 milhões de reais entre abril e junho frente a lucro de 187 milhões obtido um ano antes.

A Cnova, que reúne ativos de comércio eletrônico do francês Casino e também do Pão de Açúcar, informou na semana passada prejuízo de 40,2 milhões de euros, ante resultado negativo um ano antes de 21,3 milhões.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) consolidado do Pão de Açúcar foi de 665 milhões de reais, queda de 39 por cento na comparação anual.   Continuação...