Fed deve avançar com plano para alta de juros

quarta-feira, 29 de julho de 2015 07:49 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, deve ressaltar nesta quarta-feira o crescimento da economia dos EUA e o fortalecimento do mercado de trabalho, conforme prepara o terreno para um possível aumento de juros em setembro.

O Fed divulgará seu mais recente comunicado de política monetária às 15h (horário de Brasília), após reunião de dois dias, descrevendo as opiniões de autoridades sobre como a economia progrediu desde a última reunião, em junho.

Neste ano, o Fed adotou a estratégia de avaliar de reunião em reunião o momento daquela que será a primeira alta de juros desde junho de 2006, tomando a decisão baseando-se apenas no fluxo de indicadores econômicos.

Com uma rodada de dados sobre emprego, inflação e Produto Interno Bruto (PIB) prevista para antes da reunião de setembro, é improvável que o Fed dê pistas muito fortes sobre seus planos nesta tarde, escreveram os economistas do Barclays Michael Gapen e Rob Martin em prévia da reunião.

Mas simplesmente se ater à linguagem do comunicado de junho, quando o Fed disse que a economia estava expandindo moderadamente, ou mesmo fortalecer um pouco a perspectiva, "deixaria a porta amplamente aberta para setembro", escreveram.

Apesar de uma reputação "dovish", a chair do Fed, Janet Yellen, tem estado entre aqueles com a mão na maçaneta em recentes declarações públicas, dizendo acreditar que uma alta de juros seria apropriada em algum momento neste ano na ausência de um choque negativo na economia.