VW reduz meta de vendas com desaceleração de demanda na China

quarta-feira, 29 de julho de 2015 10:50 BRT
 

BERLIM (Reuters) - A Volkswagen reduziu sua projeção de vendas diante do enfraquecimento da demanda na China, onde a maior divisão do grupo vende mais de 40 por cento de seus veículos, contrabalançando ganhos na Europa.

O grupo alemão reduziu nesta quarta-feira suas expectativas, projetando que as vendas no ano inteiro ficarão estáveis ante o recorde de 10,1 milhões de carros do ano passado, sendo que havia previsto antes um aumento "moderado".

"O ambiente difícil do mercado e a competição acirrada" estão apresentando desafios, disse o chefe financeiro da empresa, Hans Dieter Poetsch.

A projeção menor de vendas coincide com o fato de a VW ter alcançado sua antiga ambição de tornar-se a maior montadora do mundo em vendas após ultrapassar a Toyota.

A demanda melhor no mercado da Europa Ocidental, com margens mais altas e cortes de custos, ajudou a VW a elevar o lucro operacional do grupo para 3,49 bilhões de euros, que não incluem os resultados das joint ventures na China, disse a VW, igualando estimativas médias de analistas em pesquisa da Reuters.

(Por Andreas Cremer)